Caímos no mesmo golpe

Caímos no mesmo Golpe “- Faça Direito porque o leque de opções é enorme“. E assim fomos parar na faculdade de Direito. Perdidos no mundo e fugindo de nós mesmos, aos 18 anos fizemos a escolha mais óbvia, mais fácil, menos dolorosa. E assim postergamos a busca pelo nosso propósito de vida. Também aconteceu comContinuar lendo “Caímos no mesmo golpe”

Os robôs já estão substituindo os profissionais do Direito (e você deve se preocupar com isso)

Já existem robôs que montam petições a partir dos problemas descritos pelos clientes. As máquinas usam as teses rotineiramente aplicadas pelos escritórios ou disponíveis em bibliotecas digitais. Faça uma rápida busca no seu navegador e se surpreenda com o número de empresas que já oferecem esse tipo de solução. Outros robôs são capazes de elaborarContinuar lendo “Os robôs já estão substituindo os profissionais do Direito (e você deve se preocupar com isso)”

Como se tornar professor de Direito?

Lá em 2008, com 25 anos de idade, dei minhas primeiras aulas na graduação em Direito. “E, Paulo, como você fez para começar?”. Começando. Sim. É clichê, mas foi literalmente enfiando a cara. Fiz faculdade particular. E com Fies. Não era um aluno medíocre, mas também passava longe de ser um dos mais aplicados. AContinuar lendo “Como se tornar professor de Direito?”

1,2 milhão de advogados no Brasil. Como ser procurado pelos clientes?

A advocacia traz duas possibilidades claras: ser empregado ou montar seu próprio escritório. Com raras exceções, ser empregado em escritório de advocacia não traz grandes expectativas de crescimento. Quem realmente alcança ganhos consideráveis são os sócios, quase sempre os fundadores. Montar o próprio escritório parece então ser uma excelente alternativa. Depois de alugar a salaContinuar lendo “1,2 milhão de advogados no Brasil. Como ser procurado pelos clientes?”

Por favor, me chame de Doutor!

Sonho dourado do estudante de Direito. Há até aqueles que invocam o tal decreto imperial dando o título de Doutor para o bacharel. Título de que? Título para que? Título para quem? A gente que é do Direito é doutrinado a privilegiar a forma e o formalismo. Somos metidos a escrever e a falar difícil. Inventaram até nome para isso: juridiquês. A gente éContinuar lendo “Por favor, me chame de Doutor!”

Não estou conseguindo trabalhar o mesmo tanto que antes

Está acontecendo com você também? O fato é que estou trabalhando mais. Muito mais. Como nunca trabalhei antes. Sabe por quê? Porque sei que o mundo nunca mais será o mesmo depois da pandemia. Se eu sei disso, preciso me movimentar como nunca fiz antes. Preciso trabalhar. Quando digo trabalhar, me refiro a colocar aContinuar lendo “Não estou conseguindo trabalhar o mesmo tanto que antes”